Ogni famiglia ha un reddito stimato, tramandata di generazione in generazione, che non solo è amato perché è delizioso, ma perché evoca ricordi di famiglia preferito.

Each family has an estimated revenue, handed down through generations, which is not only beloved because it is delicious, but because it evokes memories of favorite family.

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Feijão - Tropeiro Mineiro

 Desde o período colonial, o transporte de mercadorias era feito por tropas em cavalo ou em lombos de burros. Até a metade do século 20, os tropeiros atravessavam boa parte do estado de Minas Gerais conduzindo gado.

O feijão misturado à farinha de mandioca, torresmo, linguiça, ovos, alho, cebola e tempero, tornou-se um prato básico do cardápio dos tropeiros. Daí a origem do nome feijão-tropeiro, numa referência direta aos integrantes das tropas. Fiz o tropeiro no domingo, acompanhado de uma couve refogada e um arroz branquinho.


Receita do livro Minas Gerais - Cozinha Regional Brasileira
 
O que você vai precisar!
300g de feijão carioca ou roxinho
200g de toucinho ou bacon defumado (eu usei bacon)
2 linguiças fininhas cortadas em rodelas
2 ovos
1/3 de xícara de óleo de milho
2 dentes de alho picadinhos
1 cebola média em cubinhos
1 colher (sopa) de sal
100g de farinha de mandioca
Salsinha e cebolinha a gosto picadas
Pimenta a gosto ( coloquei 1/2 pimenta de cheiro)

Modo de preparo
Cozinhe o feijão e reserve. Em uma panela, frite o o bacon e a linguiça, retire-o e reserve. Na mesma panela, frite os ovos retire-os e reserve. A gordura da frituras, acrescente o óleo de milho e doure o alho, a cebola e o sal. Refogue o feijão por cerca de 5 minutos. Acrescente a farinha de mandioca aos poucos. Decore com bacon e linguiça, os ovos, a salsinha e a cebolinha. Sirva.

 


Nenhum comentário:

Postar um comentário